Veja melhorias e ferramentas da nova versão do PJe

A nova versão do Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho,  instalada nos dias 9 e 10 de fevereiro, trouxe melhorias e novas ferramentas para simplificar o dia a dia dos usuários. Apelidada de Jacarandá, a versão 2.3.0 conta com avanços na infraestrutura que, mesmo não sendo imediatamente percebidas pelo usuário final, trazem maior confiabilidade, segurança e desempenho ao PJe.

Segundo o coordenador Nacional do PJe e juiz auxiliar da Presidência do CSJT e do TST, Fabiano de Abreu Pfeilsticker, entre as melhorias estão os chips, também chamados de tags. “A inteligência do sistema automaticamente informa o usuário que, por exemplo, uma carta precatória foi expedida, mas ainda não foi devolvida. O usuário, quando abrir o processo, terá essa informação com destaque”.

Some-se à novidade inúmeras outras, como a existência de um novo painel, no qual as tarefas serão representadas por ícones. A intenção é facilitar a visualização do fluxo e tornar a movimentação processual mais simples e interativa.

A versão 2.3.0 trouxe incorporada também a pesquisa textual. Com a ferramenta, o usuário pode, com muita rapidez, consultar informações de qualquer documento dos processos em tramitação na Justiça do Trabalho.

Outra novidade é disponibilização de um selo histórico, que pode ser colocado em determinados processos. A medida busca concretizar, no decorrer do tempo, a implantação de um acervo digital de processos judiciais.

Para consultar todas as novidades da nova versão, acesse a Wiki do PJe.

(Coordenadoria de Comunicação Social)

 

 

 

 

 

 

 

 

Gestor da Informação: