TRT FM celebra Dia da Pessoa com Deficiência Física e Dia da Saúde Mental; confira

Logo Música do Dia

“A gente aprende a viver no fio da navalha. De que adianta viver em vão? Não deixe a vida escorrer das mãos!”. Os versos são da canção 'Maior que Muralhas', da banda de rock gaúcha Fresno, tema do programa Música do Dia desta segunda (11), Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Física.

Ouça

Maior que Muralhas foi lançada em 2013 e além de uma letra comovente, o clipe da música conta com imagens e depoimentos de atletas paralímpicos de diferentes modalidades e já foi comparado a um documentário curta-metragem sobre superação. A canção faz parte da fase iniciada pela banda em 2011, nos quais os assuntos sociais passaram a fazer parte da letras e composições. O grupo musical existe desde 1999.

O cantor Lenine também fez uma participação no programa Música do Dia desta segunda (11), com a canção ‘Ser Diferente é Normal’. No hit, o cantor solta a voz para pedir por inclusão social.

Segundo o censo de 2010, o Brasil tem mais de 45 milhões de pessoas com alguma deficiência, o que representa 24% da população. Desse número, 13 milhões são pessoas com deficiência física.

O Dia Nacional da Pessoa com Deficiência Física foi instituído pela Lei 2.795, promulgada em 15 de abril de 1981 pelo governo de São Paulo e, posteriormente, passou a ser celebrado em todo o território nacional. 

Fim de Semana

O Programa Música do Dia celebrou também, nesse domingo (10), o Dia Mundial da Saúde Mental. A canção escolhida para a data foi Epitáfio, da banda Titãs. 

Ouça

A saúde mental é uma das questões que já estavam no centro das preocupações de especialistas antes mesmo da pandemia. Com o avanço das infecções por covid-19 e as medidas de isolamento social, o problema afetou um número ainda maior de pessoas. No Brasil, segundo pesquisa feita pelo Fórum Econômico Mundial, 53% da população afirmou que a saúde emocional e psíquica piorou nos últimos 18 meses.

O país está no topo da lista quando o assunto é pessoas com ansiedade: são 18 milhões de brasileiros afetados pela doença, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. 

Por conta dos altos índices no Brasil e em vários países, as Nações Unidas promove, no mês de outubro, a campanha ‘Saúde Mental em um Mundo Desigual’. O objetivo é aumentar a conscientização e lançar um apelo à ação para proteger as populações em risco.

 

(Fabyola Coutinho)

 

 

 

 

 

 

Gestor da Informação: