TRT e MPT destinam 600 mil reais para prevenção às drogas em Mato Grosso

A destinação de aproximadamente 600 mil reais garantiu a compra de materiais para que o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) realize suas atividades pelos próximos dois anos em Mato Grosso. A entrega foi realizada pelo Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT/MT), na terça-feira (12).

Os valores são oriundos de condenações por dano moral coletivo e pagamentos de multa por descumprimento de Termo de Ajustamento de Conduta em processos coletivos de iniciativa do Ministério Público do Trabalho (MPT/MT).

Ao todo, foram entregues 32 notebooks, 15 projetores de imagens, 840 camisetas, 75 mil livros e livretos, 720 cartazes, 100 medalhas ‘Mérito Proerd’ e ainda  um curso de capacitação para os instrutores do projeto.  Os equipamentos já estão sendo entregues aos coordenadores do programa nos 15 comandos regionais da Polícia Militar no Estado e serão utilizados em sala de aulas, palestras, além de outras ações.

Durante a solenidade, realizada no Quartel do Comando Geral (QCG), o presidente do TRT, desembargador Nicanor Fávero, e o juiz Ivan José Tessaro, fizeram o repasse simbólico dos materiais ao subchefe de Estado Maior da PMMT, coronel Wankley Corrêa Rodrigues. 

O presidente do Tribunal destacou a importância do repasse dos materiais para garantir que o Proerd continue realizando o trabalho de educação e prevenção às drogas no estado. “É uma forma que temos de contribuir com as ações de prevenção realizadas pela Polícia Militar. Estamos satisfeitos em colaborar com este projeto que instrui crianças e adolescentes quanto aos malefícios das drogas e de todas as coisas ruins que o consumo e o tráfico podem trazer para toda a família”.

A meta do Proerd é atender 30 mil estudantes com as ações de prevenção, de acordo com o coordenador estadual do projeto,  tenente-coronel Darwin Salgado Germano. Ele explica que os materiais adquiridos graças à destinação desses recursos serão imprescindíveis para melhoria do trabalho dos instrutores e ampliação das ações.

Segundo o tenente-coronel, os dados mostram que, nos locais onde o projeto é implementado, há uma redução de 62% das ocorrências nas escolas e em seu entorno. “Essa parceria com o TRT e o MPT é extremamente importante para alcançar cada vez mais municípios com este trabalho. Esse aporte vai garantir as atividades pelos próximos 24 meses de forma muito tranquila”.

(Sinara Alvares)

 

 

 

 

 

 

Gestor da Informação: