TRT aprova Plano de Logística Sustentável para otimizar recursos e ampliar a consciência ambiental

Imagem de uma lâmpada de bulbo formada por vários ícones que remetem a sustentabilidade

O Pleno do TRT de Mato Grosso aprovou nesta quinta-feira (13) o Plano de Logística Sustentável (PLS) do órgão. O documento é um instrumento de gestão, elaborado com o objetivo de prestar um serviço público de qualidade, com otimização dos recursos públicos e redução dos impactos ambientais causados pelas atividades da instituição.

O PLS foi elaborado atendendo à Resolução 201/2015 do CNJ e tem como principal objetivo desenvolver uma cultura da sustentabilidade. O plano compreende o período de 2018 a 2020 e será revisado anualmente para que indicadores, metas e ações sejam avaliados e redefinidos, caso haja necessidade.

A normativa irá ajudar nas ações de sensibilização de consumo consciente e prevenção ambiental, além de uma alternativa para auxiliar nos recursos orçamentários.

Para elaboração do documento, foi formada uma comissão, constituída de representantes de várias unidades, inclusive servidores da Seção de Gestão Socioambiental, que irá monitorar a gestão do uso sustentável dos materiais de consumo, impressão de documentos e equipamentos, consumo e gasto com energia elétrica, consumo e gasto com água e esgoto, resíduos, qualidade de vida no ambiente de trabalho, serviços de telefonia, entre outros.

 

(Sinara Alvares)

 

 

 

 

Gestor da Informação: