Segurança Institucional impede entrada de 129 armas de fogo e 746 objetos perigosos no Tribunal

Em 2019, foram impedidos de entrar no complexo-sede do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT/MT) 129 armas de fogo e 746 objetos perigosos, como facas e canivetes. Os materiais foram identificados nas portarias como parte das ações da Coordenadoria de Segurança Institucional (CSI) do Tribunal.

Conforme balanço divulgado pela unidade, que garante a segurança pessoal e patrimonial de toda a Justiça do Trabalho em Mato Grosso, no último ano foram checados 116,7 mil pertences nos acessos do complexo-sede, em Cuiabá. Nesse período, foi registrada a entrada de cerca de 209 mil pessoas externas nos prédios das varas, administrativo e da corte.

A equipe também realizou, entre outras ações, 109 atendimentos de apoio nas unidades trabalhistas de Cuiabá, atendeu a 25 pedidos de gravações e fornecimentos de imagens e atuou em 87 missões especiais e de apoio institucional.

Conforme o coordenador da unidade, Willians Kauffmann, as ações são realizadas de forma discreta e efetiva. “Atuamos na invisibilidade, 24h por dia, 7 dias por semana. Somos gente cuidando de gente”, destacou.

(Sinara Alvares)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gestor da Informação: