CULTURA - Destinação foca na compra de obras literárias e implantação de delivery de livros

Repasse é o primeiro a privilegiar o aspecto cultural e visa estimular que as pessoas fiquem em casa e evitem aglomerações

A mais recente destinação feita pela Vara do Trabalho de Juína para o combate ao novo coronavírus irá contribuir no controle da pandemia por um aspecto inovador: a perspectiva cultural.

Aprovado pelo comitê local de destinação de valores oriundos de ações civis públicas, o repasse de aproximadamente 187 mil reais será utilizado para a compra de acervo de centenas de livros físicos e digitais, jogos educativos, 10 notebooks e outros equipamentos eletrônicos. Também contemplará a aquisição de software para a integração de todas as bibliotecas públicas do município, com a utilização dos acervos inclusive para a biblioteca indígena e outras existentes nas áreas rurais.

Conforme projeto apresentado pela Secretaria Municipal de Educação de Juína, o material atenderá os doentes acometidos pela covid-19, com acesso a partir do hospital da cidade, da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) ou mesmo de casa, pelos moradores em quarentena.

Entrega em domicílio

Para isso, a destinação prevê a compra de equipamentos de higienização específicas de livros e demais itens adquiridos, além de uma moto, o que vai possibilitar a entrega de livros físicos nas residências de idosos, pessoas com dificuldades de locomoção, moradores da zona rural e nas nove aldeias indígenas da região. Como prioridade para esse serviço de delivery estão as pessoas com deficiência, idosos, acamados em hospitais, gestantes e crianças.

Ao fazer o repasse, o juiz Adriano da Silva elogiou o caráter inovador do projeto por privilegiar a perspectiva cultural e educacional no enfrentamento da covid-19, contribuindo para a saúde física e também mental da população não só neste momento, bem como após a passagem da pandemia.

A procuradora do Trabalho Ludmila Araújo, que compõe o comitê de destinação, também destacou a relevância da iniciativa de fomento ao acesso do acervo das bibliotecas pelo sistema de delivery ou via formato digital diante da necessidade, cada vez maior, de “adoção de medidas que evitem aglomerações e que continuem garantindo o funcionamento do distanciamento e do isolamento social”.

Da mesma forma, ela ressaltou o fato dos livros, jogos e equipamentos digitais e o sistema de entrega em domicílio permanecerem disponíveis ao fim desse momento, com a possibilidade que todo o acervo digital possa ser acessado não só pelo município de Juína, como por outros da região.

Acessibilidade

O projeto contempla ainda pessoas com deficiência, sobretudo as com limitações visuais e locomotoras, seja pelo serviço de entrega em domicílio, seja pelo sistema de leitura falada.

Os valores liberados garantirão a compra de dezenas de dispositivos para permitir a acessibilidade a pessoas cegas e surdas. Dentre os itens, destacam-se impressora em braile, sintetizadores de voz, tablets, leitores de livros digitais (e-readers), ampliadores eletrônicos (lupa mouse), lupas em régua e lupas manuais.

A lista inclui ainda diversos jogos de tabuleiro educativos, como jogo de dama-braile, baralho braile, xadrez-braile, dominó alfabetização braile, jogo da memória libras, alfabeto ilustrado libras e relógios em braile e em libras.

Como contrapartida ao repasse, o prefeito e o secretário municipal de Juína assinaram um termo de compromisso se comprometendo a manter o sistema de entrega dos livros em domicílio e a dar ampla publicidade do acervo e dos serviços disponíveis tanto aos moradores de Juína, quanto aos dos municípios do entorno.

Eles também se responsabilizaram por envolver as comunidades indígenas no programa de delivery, respeitando as particularidades destes grupos, de forma que eles tenham ciência desta facilidade e saibam que podem solicitar os livros e materiais quando assim desejarem.

Destinação anterior

Esta é a segunda vez que Juína é contemplada com destinação da Justiça do Trabalho e do Ministério Público do Trabalho para o combate à covid-19. O município recebeu, em 26 de março, aproximadamente 716 mil para instalar 10 leitos de UTI, voltadas para problemas respiratórios graves. Na ocasião, o município se comprometeu a garantir equipamentos de proteção da saúde e segurança dos profissionais de saúde e dos demais servidores que permanecem trabalhando de forma presencial, incluindo os terceirizados e prestadores de serviços.

PJe: 0057200-03.2010.5.23.0081

(Aline Cubas)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Palavras-chave: 
Gestor da Informação: