Acordos homologados pela VT de Barra do Garças durante o teletrabalho totalizam cerca de R$ 500 mil

Print da tela da audiência telepresencial

Audiências de conciliação por videoconferência garantiram o pagamento de 501 mil reais a trabalhadores com processos tramitando na Vara do Trabalho de Barra do Garças. Ao todo, foram realizadas 52 audiências virtuais na unidade entre os dias 16 de abril e 7 de maio.

A utilização da tecnologia foi necessária para solucionar os processos neste período em que magistrados e servidores da Justiça do Trabalho estão em regime de teletrabalho como medida de prevenção ao contágio do novo coronavírus. Entre os acordos, estavam processos envolvendo empresas de transporte, faculdades, supermercados e outros.

Segundo o juiz  Hamilton Siqueira Junior, titular da Vara de Barra do Garças, as partes aceitaram bem o novo formato de audiência e os acordos foram realizados com sucesso e benefício para todos. “Temos a satisfação de ver os processos solucionados e liberar esses valores para os trabalhadores, principalmente neste período de isolamento”, afirmou.

A expectativa é que nos próximos dias sejam realizadas outras 44 audiências de conciliação de forma virtual.

Segundo o magistrado, está sendo utilizado o aplicativo Hangout para realização das audiências. Nas próximas, a unidade adotará a plataforma disponibilizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Nova ferramenta

Para uso da Plataforma oferecida pelo CNJ, as partes, seus procuradores e o Ministério Público deverão instalar o aplicativo Cisco Webex em seus celulares, tablets ou computadores.

Todos os detalhes sobre como fazer a instalação da ferramenta estão disponíveis no site do CNJ, no link www.cnj.jus.br/plataforma-videoconferencia-nacional/.

O TST também montou uma playlist no YouTube com vídeos explicando como funciona e como operar as videoconferências por meio da plataforma disponibilizada pelo CNJ. Assista aqui

 

(Sinara Alvares)

 

 

 

 

 

 

 

Palavras-chave: 
Gestor da Informação: