PRÊMIO CNJ - TRT/MT alcança selo Diamante e fica entre os melhores tribunais do país

Sede TRT/MT. Selo Diamante do Prêmio CNJ de Qualidade

Qualidade dos serviços prestados à sociedade, alto nível de transparência e dados estatísticos confiáveis são alguns dos itens que garantiram ao Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT/MT) o selo Diamante no Prêmio CNJ de Qualidade 2021. A honraria, a mais alta da categoria, foi entregue na manhã desta sexta-feira (03) em cerimônia virtual.

Apenas 14 dos 91 tribunais brasileiros receberam a condecoração. Com a pontuação de 85,6%, o TRT/MT alcançou a segunda maior nota entre os tribunais trabalhistas, dos quais três foram agraciados com o Selo Diamante. 

Segundo o presidente do Tribunal, desembargador Nicanor Fávero, o prêmio é resultado do compromisso e dedicação incessante de magistrados e servidores. “Receber o prêmio CNJ de Qualidade na categoria Diamante é motivo de enorme alegria e orgulho para todos nós”, disse.

O desembargador destacou que os parâmetros de pontuação do prêmio serviram de guia para adoção de medidas concretas voltadas a aperfeiçoar os serviços prestados à sociedade. “Elevamos a qualidade da prestação jurisdicional, com pacificação dos conflitos trabalhistas e distribuição de cidadania”, comemora.

Avanços

O juiz auxiliar da presidência Ivan Tessaro explica que foi realizada uma série de esforços para garantir o resultado. “Como exemplo, podemos citar a criação do Centro de Inteligência e o desenvolvimento da Política de Gestão Documental e Memória”, detalha.

O magistrado destaca ainda a criação e efetivo funcionamento de comitês e comissões que compõem todo o sistema de governança do Tribunal, além de melhorias nos níveis de transparência, os quais alçaram o TRT/MT ao nível de excelência neste quesito.

Ivan Tessaro salienta ainda o desempenho na entrega da tutela jurisdicional à sociedade que, segundo ele, é o item mais importante. “Cumprimos as metas, conseguimos avançar em termos de celeridade e qualidade dos serviços prestados à sociedade. Esse é o ponto a ser destacado. Afinal, a Justiça do Trabalho como um todo existe para prestar um serviço de qualidade para a sociedade. É realmente motivo de orgulho e festa para nós que trabalhamos com afinco para alcançar esse resultado”.

Prêmio

O Prêmio CNJ de Qualidade foi criado em 2019 e conta com a participação de todos os tribunais, inclusive os superiores. Em 2021, o CNJ levou em consideração a situação emergencial do país e, consequentemente, do Poder Judiciário, com o enfrentamento à pandemia da covid-19.

Foram avaliados critérios em quatro categorias: governança, produtividade, transparência e dados e tecnologia. Os tribunais que alcançarem melhor colocação entre aqueles do mesmo ramo foram reconhecidos nas categorias “Diamante”, “Ouro” e “Prata”. 

(Sinara Alvares)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Gestor da Informação: